21/09/2009

Okuribito 2009

Depois de um "finde" agitado, nada como relaxar na frente da LCD assistindo um bom filme. Apesar de gostar mais de clássicos, esse vale muito a pena. "A Partida" ganhou o Oscar de melhor filme estrangeiro de 2009. E o japonês mereceu...
A história de Daigo Kobayashi, violoncelista que ao ficar sem orquestra (desativada) e sem emprego...volta para a cidade natal com a esposa para um novo recomeço. Daigo procura um novo emprego e encontra uma empresa que "lava" e prepara defuntos antes da cremação. O desenrolar da trama envolve a relação do protagonista com seu novo trabalho, sua mulher (que não sabe), o falecido pai, os parentes dos mortos, o chefe e outros...
Contrariando o padrão do cinema nipônico, a película nos mostra uma visão realista do post mortem com humor, sensibilidade, otimismo, emoção e um final surpreendente, " quase" feliz.
Vcs sabem né...filme japa só tem crueza, amargor, desencontros sinistros, pessimismo e finais tristes e surrealistas...

E olha que eu não fui um cara empolgado com filmes japoneses. Nem curtia Akira Kurosawa, nem Nagisa Oshima. Muito menos filme de samurai...achava enfadonho. Preferia assistir película de cowboy do Giuliano Gemma, tipo O Dólar Furado...
Aliás, um clássico "lado B" que na época, a gente não tinha o menor dissernimento para classificá-lo de tal forma.

Mas depois que morei e vivi quase uma década no Japão, aprendi a gostar das películas japônicas, tipo: Ran, Os 7 samurais, Derzu Uzala, O Impérios dos Sentidos, Kagemusha...e hoje, até filme de samurai segunda linha tá rolando...
O título em japonês é Okuribito.A tradução: "Departures" e "A Partida" são bem chinfrim, coisa de gente totalmente sem noção.
Bom de qquer forma, não deixe de ver "A Partida". Recomendo mesmo.

3 comentários:

Hiro's Blog disse...

Henry san
Assisti este ótimo filme tambem!! como vc disse, me surpreendeu pelo final não-trágico que os japoneses costumam fazer nos filmes e novelas... mostrou que o destino traz reencontros inesperados...
abraços!!
Hiro

Cry Of Voodoo disse...

legals, o filme é muito bom mesmo...

Anônimo disse...

Henry,
Embora seja nissei, não curto muito os filmes japoneses, mas resolvi dar uma chance a este... Realmente é um filme extraordinário, para um público diferenciado, pois certamente não agradará a todos...
Abraços,